_edited.jpg

Humberto Coelho Neto e Silva, é um líder humanitário, criador do projeto Hepatitis Zero, que visa mobilizar mais de duzentos países ao redor do mundo para a detecção, tratamento, vacinação e prevenção de hepatites , levando finalmente à completa erradicação da doença.

 

Humberto é o fundador e presidente mundial do RAG (Grupo de Ação Rotariano) para a Erradicação da Hepatite. Este projeto visa a erradicação global de todas as formas de hepatite viral .

 

Silva também é autor do livro Hepatitis Zero - uma busca para salvar meio bilhão de pessoas - que está sendo publicado em vários idiomas e fornece os antecedentes deste projeto e detalha seus objetivos para eliminar a hepatite globalmente.

 

No dia 4 de agosto,o município de São Paulo concedeu a Humberto Silva o Título Honorário de Cidadão Paulistano, por sua atuação no Combate às Hepatites Virais, ao Câncer Infantil e demais ações humanitárias.

WhatsApp%20Image%202020-08-11%20at%2017.

CORONA

ZERO

LUTANDO CONTRA O CORONAVIRUS

“O projeto Corona Zero partiu da ABPH, que buscava a parceria do Rotary para atingir o maior número possível de comunidades do país. O projeto foi apresentado pelo diretor do Rotary International, Mário César Martins de Camargo.

Fonte:https://www.correiodopovo.com.br/not%C3%ADcias/geral/projeto-corona-zero-testar%C3%A1-moradores-e-funcion%C3%A1rios-de-asilos-do-rio- grande-do-sul-1.427447

O grupo mundial de rotarianos em ação, RAG, visa fazer com que o projeto

Hepatite Zero alcance o mesmo que o Rotary conseguiu com a poliomielite: pressionar governos de todo o mundo e colaborar com eles em campanhas de saúde, mobilizando a sociedade por meio de testes, para que os países possam atingir a meta em 2030.

Uma campanha de combate à contaminação por coronavírus em lares de idosos de todo o Brasil. O projeto já envolve Rotary Clubs de todos os estados do Brasil, com mais de 2.200 instituições cadastradas e mais de 300.000 pessoas para teste.

A Contagem Regressiva para a

 Hepatitis Zero 2030 foi lançada, e o presidente do Rotary International, Holger Knaack, incentiva os rotarianos a participarem.

“Silva, diz que o projeto pretende aproveitar os voluntários e a capilaridade do Rotary em todo o Brasil para realizar os testes”. Com o Rotary, conseguimos entrar em contato com a secretaria de saúde de um município, por exemplo. "Entre os membros, o Rotary tem feito campanha para que os clubes locais" adotem asilos "para implementar o projeto de teste"

Fonte: https://www.bbc.com/portuguese/geral-53101361

O trabalho conjunto, unindo Rotary e ABPH nesta campanha nacional de saúde, resultou da parceria que o diretor do Rotary International José Ubiracy Silva assinou com o presidente da ABPH, também o rotariano Humberto Silva

O programa de testes focado no isolamento em massa em asilos surgiu com a avaliação de que, nos Estados Unidos e na Europa, “houve um abandono dos asilos”.

O Rotary pode, com um projeto razoavelmente pequeno, ter um impacto positivo de 20% a 40% no número total de mortes (ajudando a evitá-las).

Fonte: https://coronazero.com.br/?gclid=Cj0KCQjwg8n5BRCdARIsALxKb97lgNoJSvYmqB9nZkx3yJtl_iDyijLoWwGTtOC_a29yqGGKEnuJj4EaAu8LEALw_wc

CLIQUE NAS FOTOS

To play, press and hold the enter key. To stop, release the enter key.

human rights.jpg

"A HEPATITE NÃO É APENAS UMA EPIDEMIA, É UMA VIOLAÇÃO DE DIREITOS HUMANOS!"